Projetamos ideias, buscamos informações e colecionamos dicas. Confira!

Simulação online de financiamento imobiliário

imagem texto_Imagem Texto Blog

Olá! Hoje vamos falar sobre simulação online de financiamento imobiliário.

Percebemos que essa é uma dúvida recorrente entre pessoas interessadas em comprar o primeiro imóvel.

Muitos não sabem que existe a possibilidade de fazer a simulação online ou acham difícil e acabam ‘pulando’ essa etapa. Mas você vai ver que não tem complicação!

Utilizamos como exemplo o site da Caixa Econômica Federal, pois além de ser bastante simples e fácil de acessar, é atualmente a instituição bancária que oferece uma das melhores taxas de juros do mercado.

Mas você pode estar se perguntado, afinal por que é tão importante fazer uma simulação de financiamento imobiliário? Porque a simulação dará informações que ajudarão no seu planejamento financeiro. E o planejamento financeiro é o primeiro passo para viabilizar a compra de um imóvel.

Com os dados da simulação você saberá qual é a sua capacidade financeira, ou seja, conhecerá o valor máximo do crédito imobiliário que poderá contratar.

Com essa informação você vai poder definir a faixa de valor de imóvel mais adequado para sua capacidade de compra.

Mas atenção, os valores fornecidos no final da simulação são preliminares e não eliminam a necessidade de uma posterior visita à agência bancária para confirmação dos dados com o gerente.

Para fazer a simulação online você não precisa ser correntista do banco, basta acessar o site e preencher os campos.

Vamos lá? Pra começar, acesse o site da Caixa Econômica Federal .

1. Clique em Habitação

A-01

2. Clique em Faça uma simulação

B-01

3. Preencha os campos

4. Clique em Próxima etapa

C-01

5. Preencha os campos

6. Clique em Próxima etapa

D-01

7. Clique em PMCMV – TAXA BALCÃO

E-01

8. Na parte de cima aparecerão informações sobre:

- valor do imóvel: valor que você preencheu no início da simulação

prazo máximo: prazo máximo disponível para pagamento do financiamento

cota máxima de financiamento: porcentagem máxima que poderá ser financiada

- VALOR DA ENTRADA: valor que deverá ser pago com recursos próprios

- prazo desejável: prazo ideal para o pagamento do financiamento

- VALOR DO FINANCIAMENTO: valor máximo que poderá ser contratado

9. Na parte de baixo aparecerão informações sobre:

- juros nominais: taxa de juros ao ano (a.a.) + correção monetária (TR) que será cobrada sobre o valor do financiamento

-  1ª prestação: valor que será cobrado na primeira parcela da prestação

-  Última Prestação: valor que será cobrado na última parcela da prestação

As principais informações que você utilizará no seu planejamento financeiro inicial são: VALOR DA ENTRADA e VALOR DO FINANCIAMENTO.

Tendo esses valores como referência, verifique em suas economias pessoais quanto já possui de recursos próprios para pagar o valor da entrada (FGTS, poupança, aplicação financeira, entre outros).

Caso ainda não tenha todo o valor necessário para o pagamento da entrada, você tem duas opções: adiar a compra do imóvel para ampliar sua reserva financeira ou optar por um imóvel com valor menor.

Lembre-se que além do valor da entrada você deverá reservar também aproximadamente 4% do valor total do imóvel para pagamento de taxas e impostos. O ideal é não fechar as contas no limite da sua capacidade financeira, planeje sempre uma folga no orçamento.

Espero que este artigo tenha ajudado.

Se tiver dúvidas, deixe um comentário abaixo. ;)

Um abraço!